Réveillon 2023: com previsão de chuva em Copacabana, produção chama cacique Cobra Coral para tentar virar o tempo

O clima é de festa, mas também de chuva no Rio na noite deste sábado. Para não atrapalhar as celebrações de quem vai comemorar a chegada do novo ano ao ar livre, a produtora dos shows que vão acontecer na praia de Copacabana pediu uma ajudinha mística: convocou a médium Adelaide Scritoi, que diz incorporar o cacique Cobra Coral, para intervir no tempo.

A última vez que Adelaide participou da festa foi em 2019, antes da pandemia. Com a intervenção, o produtor Abel Gomes disse não acreditar em chuva na hora da virada e aposta até no aparecimento da lua no céu.

— Na verdade, ela já está atuando. Hoje está chovendo, mas tivemos dias maravilhosos de sol antes disso, o que ajudou na montagem das estruturas — disse Abel.

A Fundação Cacique Cobra Coral é uma entidade esotérica brasileira, com sede em Guarulhos, São Paulo. É conhecida por manter contratos com empresas e órgãos governamentais para intervir misticamente no tempo e garantir tempo firme durante realização de eventos como o réveillon.

As áreas de instabilidade que atuam sobre o Estado do Rio tendem a enfraquecer no fim de semana, mas não vão se dissipar e não dá para descartar a chance de chuva. Em Copacabana, o céu nublado predomina no sábado, com sol entre nuvens pela manhã e pancadas de chuva com raios à tarde e à noite, o que pode atrapalhar os planos de quem planeja celebrar ao ar livre. A tendência, segundo o Climatempo, é que a chuva enfraqueça até a hora da virada, mas tem chance de persistir de forma fraca e passageira. O panorama é o mesmo tanto para a capital, quanto para o restante do estado do Rio de Janeiro.

— No momento da virada para 2023 ainda deve haver bastante nebulosidade e possibilidade de chuva fraca. Ao longo do dia, as temperaturas variam de 20 a 29 graus na cidade do Rio. Na virada, deve estabilizar em torno de 23 graus. O domingo deve amanhecer com sol e algumas nuvens, mas pancadas de chuva moderada a forte voltam a acontecer no decorrer da tarde e da noite, em vários pontos da cidade. Os termômetros variam entre 19 e 31 graus — informa Josélia Pegorim, meteorologista da Climatempo.

Na Região dos Lagos, o sábado vai ter bastante nebulosidade com chance de chuva a qualquer hora.

— Há possibilidade de chuva fraca e moderada inclusive na hora da virada, mais precisamente em Búzios e Cabo Frio. As áreas de chuva devem perder força ao longo da madrugada do dia 1º. Já o domingo tem previsão de períodos com sol já pela manhã, mas pancadas de chuvas com raios voltam a acontecer durante a tarde e à noite, podendo ser moderadas a fortes — acrescenta a meteorologista.

O clima vai estar abafado, segundo explica a meteorologista. Nos dois municípios, a temperatura mínima é de 20 graus e máxima é de 25, no sábado. No primeiro dia do ano a máxima sobe para 27. A segunda-feira segue a tendência de aumento, com 30 graus de máxima, podendo, no entanto, ter pancadas de chuva à tarde e à noite.

A terça-feira promete ser o melhor dia da semana para aproveitar praia: o calor chega ao ápice, com 31 graus de máxima, bastante sol e sem previsão de chuva. Mas tem que aproveitar: na quarta-feira, outra frente fria chega ao estado.

— A primeira semana do ano, que começa com tendência de melhora, com sol e tempo mais firme, vai ser interrompida com frente fria, nebulosidade e risco de temporais no estado do Rio, a partir de quarta-feira — conclui Josélia.