Réveillon em Búzios: além de trânsito na estrada, motorista enfrenta bloqueio para entrar na cidade

Rafael Galdo
·1 minuto de leitura
Hermes de Paula / Agencia O Glob / Agência O Globo

Depois do engarrafamento na estrada, na chegada às cidades mais procuradas da Região dos Lagos, o trânsito volta a ficar complicado. Em Búzios, os motoristas demoram pelo menos 20 minutos para passar pela barreira sanitária montada do limite do município com Cabo Frio, onde, para seguir viagem, é preciso apresentar um comprovante de residência ou um QR code emitido previamente pelos meios de hospedagem.

Segundo agentes da prefeitura que trabalham no bloqueio, o fluxo de carros que passam pelo local vem crescendo ao longo desta semana. São veículos vindos, sobretudo, de cidades como Rio e Niterói, mas também visitantes vindos de todo o país.

O consultor de segurança Cesar Silva, de 36 anos, veio com a família de São Paulo, de carro, e após 576 quilômetros de estrada, precisou esperar na barreira sanitária de Búzios para chegar ao destino de Ano Novo. Ele alugou uma casa na cidade e, sem o QR code, teve que aguardar a chegada ao local da proprietária do imóvel, com uma declaração e comprovante de residência, para liberar sua passagem.

— Escolhemos Búzios para passarmos a virada do ano em contato com a natureza, o verde e o mar, depois de um 2020 de trabalho em home office, em que a casa virou escritório — disse ele. — Sabíamos da barreira sanitária. E a proprietária do imóvel nos garantiu que estaria tudo certo para entrarmos. Não arriscaria uma viagem longa, com gastos, se tivesse que voltar — continuou.

Dentro de Búzios, também há trânsito na Avenida Bento Ribeiro Dantas. Já quem segue para Cabo Frio e Arraial do Cabo enfrenta engarrafamento no acesso a São Pedro da Aldeia.