Rússia acusa Nato de alimentar conflito

Em Bakhmut, no leste da Ucrânia, continuam os combates violentos.

É uma guerra de trincheiras. A lama dificulta os movimentos. Embora avance muito lentamente, o exército russo aproxima-se. De acordo com as informações do ministério da Defesa de Moscovo, as tropas capturaram duas aldeias perto de Bakhmut.

Esta quarta-feira, a Rússia acusou a NATO de procurar uma escalada do conflito. Maria Zakharova, porta-voz da diplomacia russa russa, disse que "a__promessa do bloco do Atlântico Norte de continuar a prestar assistência à Ucrânia durante o tempo necessário, apenas indica que uma maior escalada do conflito e a desestabilização da situação no continente europeu continuam a ser as principais tarefas deste instrumento do Ocidente".

A linha da frente parece mais calma junto ao rio Dnipro. Há bandeiras ucranianas em aldeias recentemente abandonadas pela Rússia. Os soldados ucranianos dizem estar prontos a afastar qualquer contraofensiva russa.

Aqui também são cavadas trincheiras. Todos pensam na chegada do inverno, que para a comunidade internacional está a ser utilizada como uma arma na guerra contra a Ucrânia