Rússia afirma ter frustrado 'assassinato' de jornalista

Os Serviços de Inteligência russos anunciaram a prisão de 'membros de um grupo neonazista' que pretendiam assassinar, por ordem de Kiev, assassinar o jornalista Vladimir Solovyov. Em um encontro com promotores russos, o presidente, Vladimir Putin, mencionou um projeto 'de atentado contra um jornalista estrela', o que classificou como um 'ato de terror'.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos