Rússia anuncia ataque a depósito armas ocidentais na Ucrânia, que reporta 22 feridos

O exército russo anunciou neste domingo (12) que atacou um local que abrigava armas fornecidas pelos países ocidentais perto da cidade de Chortkiv, oeste da Ucrânia, uma operação que, segundo o governador da região, deixou pelo menos 22 feridos, incluindo vários civis.

Em um comunicado, o ministério da Defesa da Rússia afirma, sem revelar a data, que "mísseis de longo alcance Kalibr de alta precisão (...) destruíram um grande depósito de sistema de mísseis antitanque, sistemas portáteis de defesa antiaérea e obuses fornecidos ao regime de Kiev pelos Estados Unidos e pelos países europeus".

Na noite de sábado, "Chortkiv foi atingida por quatro mísseis, todos disparados a partir do Mar Negro", afirmou o governador da região, Volodymyr Trush, em uma entrevista exibida no Facebook, na qual citou 22 feridos, incluindo "sete mulheres e um adolescente de 12 anos".

Trush, que tem o cargo oficial de chefe da administração da região de Ternopil, a qual pertence Chortkiv, "uma instalação militar foi parcialmente destruída no ataque e muitas casas foram danificadas".

Chortkiv, que tinha pouco menos de 30.000 habitantes antes da ofensiva russa, fica 140 km ao norte da fronteira com a Romênia e 200 km ao sudeste de Lviv, a grande cidade do oeste da Ucrânia.

Ao contrário do leste e do sul, muito afetados pelos combates entre as forças ucranianas e russas há três meses e meio, o oeste da Ucrânia é alvo de ataques esporádicos da Rússia.

bur-rbj/at/mis/zm/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos