Rússia anuncia cessar-fogo de 3 dias em siderúrgica de Mariupol para retirada de civis

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério da Defesa da Rússia anunciou, nesta quarta-feira (4), um cessar-fogo na siderúrgica de Azovstal, em Mariupol, onde militares e civis ucranianos estão cercados por tropas russas há dias.

De acordo com o Kremlin, será aberto um corredor humanitário entre quinta (5) e sábado (7), das 8h às 18h (horário de Moscou, seis horas à frente do de Brasília). A Rússia ainda anunciou que serão retirados apenas trabalhadores, mulheres e crianças —as tropas ucranianas têm negado a rendição.

As forças russas e aliados de Donetsk, afirmam, "garantirão a retirada de civis em qualquer direção que escolherem, tanto para o território da Federação Russa quanto para áreas sob o domínio das autoridades de Kiev".

Ainda nesta quarta, uma operação liderada pela ONU e pela Cruz Vermelha conseguiu retirar de Mariupol um número não especificado de pessoas em direção a Zaporíjia, cidade no centro do país e ainda sob controle ucraniano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos