Rússia anuncia corte de gás a Polônia e Bulgária após sanções de Varsóvia

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A companhia russa de energia Gazprom avisou a Polônia e a Bulgária nesta terça-feira (26) que irá suspender o fornecimento de gás a esses países, após Varsóvia impor novas sanções a indivíduos e companhias russas.

Com a medida que começa a valer nesta quarta (27), os países se tornam os primeiros a ter o gás cortado pelo principal fornecedor da Europa, desde que a Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro.

Membros da Otan, a aliança militar ocidental, Polônia e Bulgária garantiram que não haverá escassez do produto, pois se prepararam para obter o gás que faltava de outras fontes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos