Rússia aprova rotas de Air France e Lufthansa evitando Belarus

·1 minuto de leitura

PARIS/BERLIM (Reuters) - Air France e Lufthansa receberam aprovação da Rússia para rotas de voo para o país que evitem o espaço aéreo de Belarus, afirmaram as companhias aéreas neste sábado.

A Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (EASA) aconselhou as companhias aéreas nacionais e estrangeiras a evitarem o espaço aéreo da Belarus após o pouso forçado em Minsk de um avião da Ryanair a caminho da Lituânia vindo da Grécia em 23 de maio, e a prisão de um jornalista dissidente a bordo.

A Air France disse que sua nova rota de voo para Moscou começou neste sábado e foi autorizada para este fim de semana.

"Nós ... estamos aguardando uma luz verde das autoridades russas para nossos voos após este fim de semana", disse um porta-voz.

A Air France, parte do grupo Air France-KLM, opera um ou dois voos diários entre Paris e Moscou.

Uma porta-voz da Lufthansa, maior companhia aérea da Alemanha, disse que recebeu aprovação para as novas rotas em seus voos de Frankfurt para Moscou e São Petersburgo no futuro próximo.

A Lufthansa opera atualmente sete voos de ida e volta de Frankfurt para Moscou e três voos de ida e volta de Frankfurt para São Petersburgo por semana.

(Reportagem de Polina Ivanova em Moscou, Matthias Blamont em Paris e Kirsti Knolle em Berlim)