Rússia atinge cidade no sul da Ucrânia e mata exportador de grãos, diz governador

Por Natalia Zinets

KIEV (Reuters) - Fortes ataques russos atingiram a cidade portuária de Mykolaiv, no sul da Ucrânia, durante a noite e a madrugada deste domingo, matando o proprietário de uma das maiores empresas produtoras e exportadoras de grãos do país, disse o governador local.

Oleksiy Vadatursky, fundador e proprietário da empresa agrícola Nibulon, e sua esposa foram mortos em casa, disse o governador de Mykolaiv, Vitaliy Kim, no Telegram.

Com sede em Mykolaiv, uma cidade estrategicamente importante que faz fronteira com a região de Kherson, ocupada em sua maior parte pela Rússia, a companhia Nibulon é especializada na produção e exportação de trigo, cevada e milho, e possui frota e estaleiro próprios.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, descreveu a morte de Vadatursky como "uma grande perda para toda a Ucrânia", dizendo que o empresário estava construindo um moderno mercado de grãos envolvendo uma rede de terminais de transbordo e elevadores.

Três pessoas também ficaram feridas nos ataques a Mikolaiv, disse o prefeito da cidade, Oleksandr Senkevych, à televisão ucraniana, acrescentando que 12 mísseis atingiram casas e instalações educacionais. Anteriormente, ele descreveu os ataques como "provavelmente os mais poderosos" que atingiram a cidade ao longo de cinco meses de guerra.

Até 50 foguetes do tipo Grad atingiram áreas residenciais na cidade de Nikopol, no sul do país, na manhã de domingo, escreveu o governador de Dnipropetrovsk, Valentyn Reznichenko, no Telegram. Uma pessoa ficou ferida.

Forças ucranianas atingiram a sede da frota russa no Mar Negro em Sebastopol na manhã de domingo, disse o governador da cidade portuária localizada na Crimeia, Mikhail Razvozhayev, à mídia russa. Cinco funcionários ficaram feridos no ataque quando o que se acreditava ser um drone voou para o pátio da sede, disse ele.

A Reuters não conseguiu verificar de maneira independente as notícias vindas do campo de batalha.

O ataque a Sebastopol coincidiu com o Dia da Marinha da Rússia, que o presidente russo, Vladimir Putin, lembrou ao anunciar que a marinha receberia o que chamou de "formidáveis" mísseis de cruzeiro hipersônicos Zircon nos próximos meses. Esses mísseis podem viajar em até nove vezes a velocidade do som.

Putin não mencionou o conflito na Ucrânia durante seu discurso após assinar uma nova doutrina naval que coloca os Estados Unidos como o principal rival da Rússia e estabelece ambições marítimas globais da Rússia para áreas cruciais como o Ártico e o Mar Negro.

Putin enviou dezenas de milhares de soldados pela fronteira com a Ucrânia em 24 de fevereiro, desencadeando uma guerra que já matou milhares, tirou milhões de suas casas e estremeceu profundamente as relações entre a Rússia e o Ocidente.

O maior conflito na Europa desde a Segunda Guerra Mundial também alimenta uma crise energética e alimentar que está abalando a economia global. Tanto a Ucrânia quanto a Rússia são os grandes fornecedores mundiais de grãos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos