Rússia confirma ataque contra Kiev durante visita do secretário-geral da ONU

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Rússia confirmou que atacou Kiev, capital da Ucrânia, na quinta-feira (28) com armas de "alta precisão" durante a visita do secretário-geral da ONU, Antonio Guterres.

"Armas de alta precisão e longo alcance das Forças Aeroespaciais Russas destruíram os prédios de produção do míssil Artyom e da empresa em Kiev", afirmou o ministério russo da Defesa.

Ao menos uma pessoa morreu durante o bombardeio, anunciou nesta sexta-feira o prefeito da capital ucraniana, Vitali Klitschko.

O ataque de quinta-feira foi o primeiro desde meados de abril em Kiev e aconteceu durante a visita do secretário-geral da ONU a Bucha e outras localidades na periferia de Kiev.

A Ucrânia acusa as tropas russas de crimes contra civis nestas localidades, o que a Rússia nega.

O exército russo também destruiu na quinta-feira com "mísseis de alta precisão" três centrais de energia elétrica que ficavam próximas de ferrovias, incluindo uma em Fastov, na região de Kiev, segundo o ministério.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos