Rússia confirma negociações com EUA em 10 de janeiro em Genebra

·1 min de leitura
O presidente russo Vladimir Putin e o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, conversaram por videoconferência em 7 de dezembro (AFP/Mikhail Metzel)

A Rússia confirmou nesta terça-feira (28) negociações com os Estados Unidos em 10 de janeiro em Genebra para, entre outros pontos, tentar reduzir as tensões sobre a Ucrânia.

"10 de janeiro será o principal dia das consultas bilaterais Rússia-EUA", declarou o vice-ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Riabkov, à agência de notícias Tass. Ele disse que não espera um acordo "em apenas um dia".

Riabkov confirmou desta maneira o anúncio do porta-voz da Segurança Nacional dos Estados Unidos à AFP na segunda-feira.

A reunião bilateral em 10 de janeiro acontecerá no âmbito do diálogo estratégico de segurança iniciado pelos presidentes Joe Biden e Vladimir Putin durante sua cúpula em Genebra em junho.

Embora esse formato tenha como objetivo principal renegociar os tratados de controle de armas nucleares pós-Guerra Fria, as discussões também giram em torno da situação na fronteira Rússia-Ucrânia, para onde Moscou enviou dezenas de milhares de soldados, indicou um alto funcionário do governo americano que pediu anonimato.

De acordo com a fonte americana, uma reunião entre Rússia e Otan pode acontecer em 12 de janeiro, seguida no dia 13 por um encontro entre Moscou e Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE), que também é integrada pelos Estados Unidos, informou a fonte.

gkg/alf/at/mar/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos