Rússia confirma primeiro caso de varíola dos macacos no país

A Rússia identificou o primeiro caso de varíola dos macacos, segundo comunicado da agência de saúde Rospotrebnadzor, feito nesta terça-feira. Neste ano, a Europa tem sido afetada por um aumento expressivo nos casos da doença, com países como Alemanha, Reino Unido, Espanha e França entre os que apresentam mais casos.

Doug: 1º infectado no Brasil, tem alta depois de 25 dias de quarentena

Varíola dos macacos: laboratórios privados no Rio e em SP começam a oferecer testes para a doença

“A infecção foi detectada em um jovem que retornava de uma viagem pela Europa e que compareceu a um estabelecimento médico quando estava com uma erupção cutânea característica”, afirmou a agência em um comunicado.

“O círculo de pessoas que teve contato [com o paciente] foi identificado”, acrescentou a Rospotrebnadzor.

Varíola dos macacos: sobe para 34 número de casos confirmados no Estado do Rio

O Comitê de Emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS), responsável por determinar a gravidade da crise sanitária, programou uma reunião sobre a doença para a semana de 18 de julho.

A Rússia seria 57° país a confirmar algum caso da doença em seu território — lista que considera países em que a varíola dos macacos não é endêmica. Os números estão atualizados até o dia 11 de julho.

Alemanha: 1490 casos

Inglaterra: 1482

Espanha: 1258 França: 721

Estados Unidos: 700

Portugal: 433

Holanda: 402

Canadá: 370

Itália: 255

Bélgica: 168

Brasil: 142

Suíça: 140

Áustria: 62

Israel: 59

Irlanda: 44

Suécia: 43

Escócia: 41

Noruega: 25

Hungria: 24

Austrália: 20

Peru: 18

País de Gales: 18

Gana: 18

Dinamarca: 18

Eslovênia: 18

Romênia: 14

Chile: 13

Emirados Árabes Unidos: 13

Polônia: 12

Grécia: 11

Irlanda do Norte: 11

México: 11

Finlândia: 10

República Checa: 8

Argentina: 6

Islândia: 6

Colômbia: 5

Cingapura: 4

Malta: 4

Luxemburgo: 3

Benim: 3

Bulgária: 3

África do Sul: 2

Letônia: 2

Croácia: 1

Venezuela: 1

Peru: 1

Taiwan: 1

Marrocos: 1

Estônia: 1

Coreia do Sul: 1

Geórgia: 1

Sérvia: 1

Gibraltar: 1

Porto Rico: 1

Líbano: 1

Rússia: 1

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos