Rússia diz que auxilia exportações de alimentos ucranianos pelo Mar de Azov

(Reuters) - A Rússia afirmou nesta quinta-feira que está facilitando a exportação de grãos e oleaginosas da Ucrânia por meio de pontos de trânsito detidos pelos russos no Mar de Azov, sem explicar quem está providenciando os alimentos para embarque.

A Ucrânia, assim como a Rússia, uma das maiores exportadoras mundiais de grãos e oleaginosas, acusa os russos de roubarem grãos de territórios ucranianos tomados por suas forças.

A vice-primeira-ministra russa, Viktoria Abramchenko, rejeitou a alegação em uma entrevista à Reuters, dizendo que a " Rússia não envia grãos da Ucrânia".

A incapacidade da Ucrânia de utilizar seu grande porto de águas profundas em Odessa, por conta da incursão militar russa, levou ao disparo nos preços globais de alimentos e a alertas da Organização das Nações Unidas sobre a fome em países mais pobres que dependem pesadamente da importação de grãos.

Abramchenko ressaltou a justificativa russa de que a Ucrânia deve abrir as vias aquáticas até Odessa que foram minadas.

(Reportagem da Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos