Rússia diz que fechamento de espaço aéreo para avião de chanceler foi "ação hostil"

Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, durante visita à Riad, na Arábia Saudita

(Reuters) - O Kremlin afirmou nesta segunda-feira que o fechamento do espaço aéreo por três países do leste europeu que impediu o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, de viajar para a Sérvia foi uma "ação hostil".

Os países em torno da Sérvia --Bulgária, Macedônia do Norte e Montenegro-- fecharam seu espaço aéreo a um avião oficial que teria levado am principal autoridade diplomática russa a Belgrado nesta segunda-feira.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse aos repórteres que tais ações poderiam causar problemas para o agendamento de reuniões diplomáticas de alto nível. Mas elas não impediriam Moscou de manter contatos com países amigos, disse ele.

(Reportagem da Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos