Rússia diz que irá investigar envenenamento da filha de ex-agente no Reino Unido

Membros de serviços de emergência trabalham perto do banco onde o ex-agente duplo russo Sergei Skripal e sua filha Yulia foram encontrados inconscientes em Salisbury, no Reino Unido 13/03/2018 REUTERS/Henry Nicholls

MOSCOU (Reuters) - A Comissão Investigativa da Rússia disse nesta sexta-feira que abriu uma investigação criminal sobre a tentativa de assassinato de Yulia Skripal, filha do ex-agente duplo russo Sergei Skripal, e sobre o que disse ser o assassinato de outro russo no Reino Unido.

Yulia Skripal era uma cidadã russa, disse a comissão em comunicado.

A comissão disse também estar investigando o que descreveu como o assassinato no Reino Unido de Nikolai Glushkov, que era sócio do falecido magnata russo Boris Berezovsky.

Investigadores russos disseram, no mesmo comunicado, que estão prontos para cooperar com seus colegas britânicos.

(Reportagem de Denis Pinchuk)