Rússia diz que rejeita ideologia de guerra nuclear limitada, afirma agência

Vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, em Genebra

(Reuters) - O vice-ministro russo das Relações Exteriores Sergei Ryabkov disse nesta quarta-feira que Moscou rejeita a ideologia de uma guerra nuclear limitada, e quaisquer acusações em contrário por parte do Ocidente são infundadas, de acordo com a agência de notícias RIA.

O diretor da Agência Central de Inteligência dos EUA, William Burns, disse no mês passado que a comunidade de inteligência não via nenhuma evidência prática de "planejamento russo para um desdobramento ou mesmo uso de armas nucleares táticas", mas disse que o Ocidente não podia ignorar o risco de que pudesse fazê-lo.

Os princípios oficiais russos sobre mobilização militar permitem o uso de armas nucleares se elas --ou outros tipos de armas de destruição em massa-- forem usadas contra a Rússia, ou se o país enfrentar uma ameaça existencial vinda de armas convencionais.

(Reportagem da Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos