Rússia diz que Trump convidou Putin para visitar EUA durante telefonema

Presidente dos EUA, Donald Trump, e presidente da Rússia, Vladimir Putin 11/11/2017 REUTERS/Jorge Silva

MOSCOU (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, convidou o presidente russo, Vladimir Putin, para visitar os EUA durante um telefonema, e disse que ficará feliz em ver Putin na Casa Branca, afirmou nesta sexta-feira o Ministério de Relações Exteriores da Rússia, segundo a agência de notícias RIA.

De acordo com a agência, o chanceler russo, Sergei Lavrov, disse que Trump mencionou o convite algumas vezes durante telefonema no mês passado e que, agora, a Rússia está esperando Washington formalizar o convite.

"Partimos do fato de que o presidente dos EUA, em conversa telefônica, fez tal convite, disse que ficaria feliz em ver (Putin) na Casa Branca, e que então ficaria feliz em se encontrar em uma visita recíproca", disse Lavrov, de acordo com transcrição de entrevista para a RIA publicada no site do Ministério de Relações Exteriores.

"Ele voltou a esse tópico algumas vezes, então nós deixamos nossos colegas norte-americanos saberem que nós não queremos atrapalhar, mas nós também não queremos ser mal-educados, e considerando que o presidente Trump fez essa proposta, nós partimos da posição de que vamos tornar isso concreto".

(Reportagem de Maria Kiselyova)