Rússia diz ter encontrado 152 corpos de soldados ucranianos na Azovstal

A fábrica Azovstal, em Mariupol, símbolo da resistência ucraniana, está em ruínas. No local, a Rússia afirmou ter encontrado 152 corpos de soldados ucranianos num camião. Moscovo vê esta descoberta como uma "manobra de Kiev" para lhe atribuir culpas pela eliminação "deliberada" dos corpos dos combatentes.

"O objetivo da provocação é acusar a Rússia de destruir deliberadamente os restos mortais dos soldados ucranianos e impedir que sejam transferidos para os familiares"

Segundo o representante russo, esta ação visa salvar a "reputação__política do regime de Kiev e de Zelenskyy".

Segundo as autoridades russas, foram encontradas quatro minas debaixo dos cadáveres. Moscovo já garantiu que os corpos serão entregues, em breve, a representantes ucranianos. Há meses que Kiev culpa o Kremlin por deixar para trás os seus soldados mortos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos