Rússia e Belarus iniciam jogos de guerra maciços e preocupam Otan

·1 minuto de leitura
Jogos de guerra

MOSCOU (Reuters) - Rússia e Belarus iniciaram grandes manobras militares conjuntas formalmente nesta quinta-feira, um exercício de uma semana através do território dos dois países e no Mar Báltico que alarma alguns membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Líderes militares russos e bielorrussos de alta patente participaram da cerimônia de abertura dos jogos de guerra, batizados de "Zapad-2021", no oeste da Rússia, e houve hasteamento de bandeiras e discursos.

A parte ativa do exercício, que acontece em um momento de tensões elevadas entre o Ocidente e Belarus devido à repressão à oposição naquele país, começa na sexta-feira e dura até 16 de setembro.

O Ministério da Defesa russo disse que até 200 mil militares, cerca de 80 aeronaves e helicópteros, até 15 navios e quase 300 tanques participarão.

As manobras usarão munição real e são a culminação de um exercício mais amplo de três meses.

Militares da Armênia, Índia, Cazaquistão, Quirguistão e Mongólia também participarão, informou o Ministério da Defesa russo.

Autoridades da Otan alertam que as manobras, que vêm na esteira de um grande reforço da presença militar russa nas fronteiras da Ucrânia no início deste ano, aumentam o risco de um acidente ou um erro de cálculo que poderia provocar uma crise.

O vice-ministro russo da Defesa, Nikolai Pankov, disse que as manobras são de natureza puramente defensiva e que darão a Moscou e Minsk uma chance de melhorar a maneira como seus respectivos militares trabalham juntos.

(Por Gabrielle Tétrault-Farber e Mark Trevelyan)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702)) REUTERS AC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos