Rússia e Ucrânia trocam acusações

A Rússia e a Ucrânia acusaram-se mutuamente de terem bombardeado uma prisão situada numa região separatista do leste da Ucrânia.

O ataque teria provocado a morte a pelo menos meia centena de prisioneiros ucranianos.

Fontes oficiais russas afirmam que a Ucrânia teria utilizado equipamento militar norte-americano no ataque.

"Recebi hoje notícias sobre o ataque dos ocupantes a Olenivka na região de Donetsk. Foi um crime de guerra russo deliberado, um assassinato em massa deliberado de prisioneiros de guerra ucranianos. Mais de 50 mortos. Quando os defensores da "Azovstal" deixaram a fábrica, a ONU e o Comité Internacional da Cruz Vermelha actuaram como garantes da vida e saúde dos nossos soldados", denunciou o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

A sul, próximo da frente de batalha, uma ofensiva russa contra a cidade ucraniana de Mykolaiv resultou em cinco mortos e sete feridos.

No leste do país, as forças russas prosseguem os avanços. A cidade ucraniana de Soledar é o novo palco de batalha na região do Donbas.

Na sexta-feira, o presidente Zelensky deslocou-se ao porto de Odessa para supervisionar os primeiros carregamentos de grão que se espera venham a partir nos próximos dias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos