Rússia não reconhece risco radiológico em usina nuclear na Ucrânia, segundo EUA

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos disseram neste domingo que a Rússia não quer reconhecer o grave risco radiológico na usina nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia, acrescentando que essa foi a razão pela qual Moscou travou a versão final de um tratado de não-proliferação nuclear.

"Somente a Federação Russa decidiu por barrar um consenso sobre o documento final na conclusão da Décima Conferência de Revisão do Tratado de Não-Proliferação Nuclear. A Rússia fez isso para bloquear linguagem que meramente reconhecia o grave risco radiológico na usina nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia", disse o Departamento de Estado dos EUA em comunicado.

A declaração vem depois que a Rússia travou um acordo na sexta-feira sobre o rascunho final da revisão do tratado da ONU, considerado a pedra angular do desarmamento nuclear, diante de críticas às ações de Moscou na Ucrânia.

(Por Kanishka Singh)