Explosão em academia de polícia deixa 16 feridos no Egito

Cairo, 26 mar (EFE).- Pelo menos 13 policiais e três civis ficaram feridos neste sábado devido à explosão de uma bomba ao lado de uma academia de polícia na cidade de Tanta, ao norte do Cairo, informou o Ministério do Interior do Egito.

O explosivo havia sido colocado em uma moto, segundo um comunicado da pasta, que acrescentou que as forças de segurança estabeleceram um cerco na área e começaram a buscar mais artefatos.

Horas depois, o grupo armado Lewa al Zaura (Brigada da Revolução) assumiu a autoria do ataque através de um comunicado nas redes sociais, embora sua autenticidade não tenha sido verificada.

O texto afirmou que "dezenas de pessoas ficaram feridas (no ataque) como vingança pela morte de quatro integrantes que foram detidos pelo Ministério do Interior".

Este grupo armado, ainda pouco conhecido, assume cada vez mais ataques contra as forças de segurança egípcias.

Postos de controle e delegacias de polícia têm sido alvos constantes nos últimos anos de ataques tanto na capital egípcia como em outras cidades do país, em muitos casos cometidos por facções jihadistas. EFE