Rússia volta a bombardear edifícios residenciais em Kharkiv

Edifícios residenciais, em Karkhiv, voltaram a ser alvejados pela artilharia russa este fim de semana, em que a invasão russa assinala cinco meses e a Ucrânia se mostra confiante de que irá conseguir retomar o controlo de Kherson até setembro.

As bombas do Kremlin destruíram vários apartamentos e provocaram danos graves noutros, deixando muitos civis sem habitação na maior cidade do leste da Ucrânia, próxima da fronteira com a Rússia.

Uma das bombas caiu perto da universidade de Kharkiv, deixando uma cratera na via pública.

A invasão russa da Ucrânia começou a 24 de fevereiro e completa este domingo cinco meses, sem sinais do fim de uma guerra que já ceifou milhares de vidas civis e se tem revelado também uma ameaça ao bem estar e à liberdade democrática da União Europeia, com graves implicações no mercado da energia e numa nova vaga de refugiados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos