R$ 817 milhões: Vini Jr. triplica seu valor no mercado e se estabelece como um dos mais caros do mundo

Quarto jogador mais caro do mundo e o único brasileiro no top 10 da lista divulgada, nesta terça-feira, pela ferramenta de análise de dados, Football Benchmark,o atacante do Real Madrid Vini Jr., de 22 anos, triplicou seu valor no mercado da bola chegando a R$ 817 milhões, desde que foi vendido pelo Flamengo em 2017.

Com apenas 16 anos, Vini foi passado para o Real por 45 milhões de euros - R$ 252 milhões na cotação atual. Visto como uma joia da base rubro-negra e também do futebol brasileiro, o atleta se tornou uma das principais peças do elenco dos merengues.

De acordo com a lista da Football Benchmark, Vini Jr. vale em torno de 146 milhões de euros ( R$ 817 milhões), triplicando seu valor no mercado e valorizando seu passe em R$561 milhões. No final de 2022, o atleta, que é um dos mais bem pagos do mundo, teve seu contrato renovado com o clube espanhol até 2027 e com multa rescisória de 1 bilhão de euros - cerca de R$ 5,6 bilhões.

Ocupando a quarta posição do ranking dos 10 primeiros colocados, o jogador fica atrás de Kylian Mbappé, que comanda essa trupe e tem o valor de 210 milhões de euros (cerca de R$ 1.187 bilhão); Erling Haaland, do Manchester City;e Jude Bellingham, do Borussia Dortmund.

Todos os atletas da lista têm menos de 25 anos, o que evidencia como os jovens estão cada vez com mais espaço e se tornando os protagonistas no futebol mundial.

Manchester City, Barcelona e Real Madrid são os times com mais representantes do futebol mundial, com dois jogadores cada. PSG, Borussia Dortmund, Bayern de Munique e Arsenal completam a lista dos clubes.

Confira a lista completa em euros

Kylian Mbappé (PSG): 210 milhões;

Erling Haaland (Manchester City): 178 milhões;

Jude Bellingham (BVB): 147 milhões;

Vinícius Júnior (Real Madrid): 146 milhões;

Phil Foden (Manchester City): 139 milhões;

Jamal Musiala (Bayern de Munique): 125 milhões;

Pedri (Barcelona): 123 milhões;

Gavi (Barcelona): 123 milhões;

Federcio Valverde (Real Madrid): 103 milhões;

Bukayo Saka (Arsenal): 98 milhões.

,