Rádio revela denúncia por agressão sexual de Daniel Alves

Veículo espanhol revelou detalhes do que supostamente aconteceu na boate Sutton

Daniel Alves está sendo acusado de abuso sexual durante sua passagem por Barcelona no fim do ano. Foto: Heuler Andrey/Eurasia Sport Images/Getty Images
Daniel Alves está sendo acusado de abuso sexual durante sua passagem por Barcelona no fim do ano. Foto: Heuler Andrey/Eurasia Sport Images/Getty Images

Daniel Alves está no olho do furacão por uma suposta agressão sexual a uma mulher na boate Sutton, em Barcelona.

Nesta quarta-feira (4), a agência EFE revelou que a suposta vítima formalizou sua denúncia perante a polícia espanhola no dia 2 de janeiro.

Leia também:

O programa de rádio Levantate OK falou sobre o suposto ocorrido na madrugada do dia 30 de dezembro, indicando que a polícia já está realizando uma investigação contra o brasileiro, que foi apontado como o responsável pelo ataque.

Mas na transmissão eles indicaram que as câmeras de segurança registraram o tempo que Alves passou no local.

De acordo com o que foi dito no programa, o jogador de futebol do Pumas chegou por volta das 2h da manhã e algumas horas depois um grupo de mulheres se aproximou da área onde ele estava com seus amigos.

"Eles estavam dançando em uma atitude muito afetuosa, conversando e rindo, quando uma delas foi ao banheiro; o jogador foi atrás e poucos segundos depois eles saíram juntos e voltaram com o grupo. Quando Dani Alves e seus amigos saíram do local, a jovem começa a chorar e garante que a estupraram", revelou Levantate OK.

"Dito isso, o protocolo contra agressões é ativado; porém, quando os policiais chegaram, ela só fala em toque, e não em penetração", indicaram no programa.

Segundo a Agência EFE, a denunciante afirmou que na noite de 30 para 31 de dezembro, o jogador do Pumas a tocou por baixo da roupa íntima sem seu consentimento quando ela estava com alguns amigos na boate Sutton, em Barcelona.

O jogador de 39 anos chegou ao México no dia 1º de janeiro, apenas 24 horas após o suposto incidente, para participar de treinos com o Pumas.