Rainha da Dinamarca é vacinada contra a covid-19

·1 minuto de leitura
Esta foto tirada em 31 de janeiro de 2020 e fornecida pela Família Real Dinamarquesa mostra a Rainha Margarida da Dinamarca posando após fazer seu discurso de Ano Novo 2020/2021 em Amalienborg em Copenhague.

Margarida II, a popular rainha da Dinamarca, recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19, anunciou a Casa Real dinamarquesa nesta sexta-feira(1).

"Sua Majestade, a Rainha, foi vacinada hoje contra a covid-19. A rainha será revacinada em cerca de três semanas", disse a corte em nota.

A soberana, que completou 80 anos em 2020, integrou o primeiro grupo de dinamarqueses a se beneficiar da imunização.

Em princípio, Copenhague planeja vacinar residentes de lares de idosos, então os vulneráveis com mais de 65 anos e os profissionais de saúde mais expostos.

Quase 30 mil pessoas, dos 5,8 milhões de habitantes da Dinamarca, tradicionalmente dispostos a seguir as recomendações das autoridades sanitárias, receberam a primeira injeção da Pfizer / BioNTech desde o início da campanha de vacinação, no dia 27 de dezembro.

Com seus imaculados cabelos brancos sempre presos em um coque impecável, Margarida II é reverenciada no reino escandinavo. A soberana já adiantou que permanecerá no trono até seu último suspiro. Fumante, artista e poliglota entre outros talentos e costumes, ela ficou viúva há dois anos do príncipe Henrique, de origem francesa.

A família do príncipe herdeiro, Federico, foi colocada em quarentena no início de dezembro depois que um de seus filhos, o príncipe Cristián, testou positivo para coronavírus.

cbw/cls/age/jz/jc