Rainha Elizabeth decide recuar dos deveres reais após a morte do príncipe Philip, afirma jornalista

O Globo
·1 minuto de leitura

A rainha Elizabeth parece estar decidida em abrir mais espaço para que sua família assuma suas responsabilidades reais. De acordo com Peter Hunt, ex-correspondente real da BBC, a monarca, que completou 95 anos no último dia 21, irá "desaparecer aos poucos" do fronte depois da morte do príncipe Philip.

"A Covid ajudou no sentido de que acelerou o que qualquer mulher sensata de 95 anos gostaria de fazer, que não é ficar em pé o dia todo", disse ele ao The New York Times.

Ele ainda acrescentou que, embora a rainha tenha voltado ao trabalho após a morte do marido, é improvável que ela volte à sua agitada agenda de reuniões, festas no jardim e recepções, indo ao Palácio de Buckingham apenas dois dias por semana.

Em vez disso, é provável que ela fique no Castelo de Windsor, onde esteve em quarentena durante a maior parte do ano passado.