Rainha me pediu para tocar The Beatles, diz ex-presidente francês Hollande

PARIS (Reuters) - O ex-presidente francês François Hollande relembrou neste sábado o dia em que a rainha Elizabeth o pediu, com seu leve sotaque inglês, para que a orquestra da Guarda Republicana tocasse The Beatles durante um jantar de Estado.

Hollande recebeu a rainha Elizabeth em junho de 2014 para uma visita de Estado de três dias que marcou as comemorações do 70º aniversário dos desembarques aliados do Dia D, na Segunda Guerra Mundial.

"Ela falou sobre ser amiga da França e seu gosto pela cultura francesa e pelas artes em geral", disse Hollande, que foi presidente até 2017.

"A certo ponto, a Guarda Republicana estava tocando uma música clássica e eu perguntei a ela o que ela gostaria e ela disse: eles podem tocar The Beatles? Então a orquestra tocou várias músicas dos Beatles", disse Hollande à Reuters, referindo-se à unidade militar que fornece guardas de honra em cerimônias oficiais.

"Aquela era a rainha. Ela podia ser severa... mas também tinha muita humanidade. Ela era uma mulher que tinha conhecimento da França, da língua francesa que ela falava com perfeição, acrescentando um leve sotaque para nos lembrar de suas origens", disse ele.

(Reportagem de Elizabeth Pineau)

(Tradução Redação Brasília, 55 11 5047-2695); REUTERS BC)