Raio-X do confronto Messi x CR7: veja o desempenho dos craques em Copas

Cristiano Ronaldo e Messi estão mais que acostumados a comparações. A dupla dominou por mais de uma década o título de melhor jogador do mundo: o português levou o prêmio da Fifa cinco vezes, enquanto o argentino somou seis condecorações no período entre 2008 e 2019.

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

Simulador: Você decide quem será campeão da Copa do Catar

Os dois craques jogam no Catar aquela que provavelmente será a última Copa do Mundo de ambos. A trajetória de Messi no torneio começou mal, com derrota da Argentina para a Arábia Saudita apesar do camisa 10 ter marcado um gol, de pênalti. Já Cristiano Ronaldo ainda fará sua estreia com a seleção portuguesa nesta quinta-feira, contra Gana, às 13h, no Estádio de Ras Abu Aboud.

Messi é o maior artilheiro da história da seleção argentina, com 166 gols. CR7 detém a mesma marca na equipe portuguesa, com 188. Os números muitas vezes estratosféricos na carreira dos dois craques são bem mais modestos em Copas do Mundo: cada um marcou sete vezes.

O melhor desempenho de Messi em uma Copa do Mundo foi em 2014, no Brasil. O camisa 10 comandou a Argentina até a final, em que foi derrotada pela Alemanha por 1 a 0 no Maracanã. Durante a campanha, Messi marcou quatro gols e deu uma assistência em sete jogos. Foi eleito o melhor jogador daquele Mundial.

A seleção portuguesa com Cristiano Ronaldo chegou à melhor colocação de sua história em 2006, quando o então jovem atacante de 21 anos ainda era coadjuvante em um time comandado por Luís Figo e treinado por Luiz Felipe Scolari. Naquela campanha, CR7 fez apenas um gol em seis jogos.

O melhor desempenho individual de Cristiano Ronaldo em uma Copa do Mundo foi em 2018, na Rússia. Na ocasião, o craque português disputou quatro jogos e marcou quatro gols, sendo três deles em uma só partida, contra a Espanha.

Messi já afirmou mais de uma vez que esta será sua última Copa do Mundo. Cristiano Ronaldo, por outro lado, indicou que pretende disputar a próxima Eurocopa e encerrar sua carreira aos 40 anos — daqui a três anos, portanto —, mas não bateu o martelo sobre voltar a um Mundial.

O craque português está sem clube desde terça-feira, quando rescindiu seu contrato com o Manchester United. Garante ter foco total na Copa do Mundo e na estreia de sua seleção contra Gana. O jogo é válido pelo Grupo H, de onde sairá o adversário da seleção brasileira caso ela se classifique para as oitavas de final.