Raio-X: de desfalques em datas Fifa a jogos remarcados, compare os caminhos de Atlético, Palmeiras e Flamengo na corrida pelo Brasileirão

·3 minuto de leitura

As imagens do técnico Abel Ferreira desolado no banco de reservas e bastante irritado na entrevista coletiva, após o empate com o Juventude, refletem o impacto do tropeço do Palmeiras no domingo. Ao término da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, a distância para o líder Atlético-MG aumentou para dez pontos. O Flamengo, em terceiro lugar e com dois jogos a menos, é outro que tenta acompanhar a disputa de perto e aguarda tropeços do Galo. A tabela, no entanto, aponta cenários e caminhos diferentes para os postulantes ao título nacional.

A começar pelas próximas três rodadas do Brasileiro, da 24ª à 26ª, período durante o qual alvinegros, alviverdes e rubro-negros estarão desfalcados pelas convocações para as rodadas das Eliminatórias. O Flamengo, que não terá o quarteto formado por Everton Ribeiro e Gabigol (Brasil), Mauricio Isla (Chile) e De Arrascaeta (Uruguai), deverá sentir o impacto mais forte, porque terá dois confrontos contra frequentadores assíduos do G4 — Bragantino e Fortaleza, ambos fora de casa. A série é encerrada diante do Juventude, no Maracanã.

Já o Atlético-MG, que não terá Junior Alonso (Paraguai), Alan Franco (Equador) e Guilherme Arana (Brasil), encara jogos mais tranquilos — a Chapecoense, na Arena Condá, e Ceará e Santos, no Mineirão.

— O jogo mais importante do ano passou a ser o próximo e assim sucessivamente. Acredito que não vamos desviar um milímetro sequer dessa caminhada que a gente vem tendo até agora — diz Rodrigo Caetano, diretor executivo do Atlético.

O Palmeiras, por sua vez, não contará com Weverton (Brasil), Gustavo Gómez (Paraguai) e Piquerez (Uruguai). E enfrentará América-MG e Bahia, ambos fora, além do Bragantino, em casa.

De acordo com a Bola de Cristal do GLOBO — ferramenta que calcula as probabilidades dos times na Série A — , as chances de título do Galo já chegam a 87,2%. O rubro-negro tem 8,9%, e o alviverde aparece com 2,7%.

Outro fator-chave nesta reta final será a maratona de jogos, que impactará principalmente o Flamengo. Além de estar na semi da Copa do Brasil e na decisão da Libertadores, o rubro-negro viu a CBF remarcar duas rodadas atrasadas do Brasileirão para datas que o obrigarão a atuar com menos de três dias de intervalo.

No período entre 20 de outubro e 2 de novembro, ou seja, de 13 dias, o Flamengo disputará cinco partidas — e todas elas decisivas. A série será iniciada diante do Athletico, fora de casa, no jogo de ida da Copa do Brasil e seguirá com o clássico com o Fluminense e a partida de volta contra os paranaenses pelo mata-mata. Haverá também um confronto direto com o Atlético-MG e mais um encontro com o Athletico, desta vez em partida adiada do Brasileirão. O cenário foi criticado por Rodolfo Landim.

— Fica parecendo uma retaliação. Não da CBF com a qual temos conversado no dia a dia, mas de uma outra CBF que não conseguimos enxergar — reclamou o presidente do Flamengo.

Outra sequência difícil para o rubro-negro será entre a 32ª e a 34 ª rodadas, quando terá uma pedra no sapato — o São Paulo, no Morumbi —, seguida do Corinthians, no Maracanã, e do Internacional, no Beira- Rio. Para o torcedor que acredita em arrancadas, como nas retas finais dos Brasileiros de 2009 e 2020, fica a expectativa para as quatro últimas rodadas: Sport, Ceará, Santos e Atlético-GO.

O Atlético-MG também terá problema nas dez partidas derradeiras, pois empilhará jogos fora de casa e confrontos na parte de cima da tabela. Terá embates com o Palmeiras, com os postulantes à Libertadores Fluminense e Bragantino, além do Grêmio, possivelmente lutando contra a queda.

A tabela mais tranquila, em tese, é a do Palmeiras, cuja sequência mais pesada se dará entre a 33ª e 35ª rodadas — terá o São Paulo, no Morumbi, o Fortaleza, no Castelão, e o próprio confronto direto com o Galo.

Como a CBF ainda não detalhou as datas da reta final do Brasileirão, não se sabe qual rodada acontecerá imediatamente antes da final da Libertadores, quando Flamengo e Palmeiras devem escalar reservas. A partida entre o Grêmio e o rubro-negro, atrasada, ainda não foi remarcada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos