Raio-X dos semifinalistas da Champions League: veja os pontos positivos e negativos dos classificados

O Globo
·3 minuto de leitura

A Liga dos Campeões está na reta final e apenas quatro times sobreviveram para fazer as semifinais do torneio mais disputado do Velho Continente. PSG, Chelsea, Real Madrid e Manchester City venceram seus confrontos nas quartas e entrarão em campo daqui a duas semanas para decidir quem estará na grande final.

Com a definição dos clubes que seguem vivos na disputa pelo título, essa edição pode ter um campeão inédito na temporada. Isso porque, dos quatro classificados às semifinais, PSG e Manchester City nunca levantaram o troféu da competição.

Real Madrid e Chelsea, por outro lado, fazem parte do grupo dos que já tiveram a oportunidade de conquistar o principal torneio entre times europeus. O clube espanhol é o maior vencedor da competição, com 13 títulos, enquanto o clube londrino ostenta apenas um título da Liga dos Campeões.

Real Madrid x Chelsea

Os dois times fazem a primeira partida da semifinal da Liga dos Campeões. O time inglês, que volta a disputar uma semifinal da Liga dos Campeões depois de sete anos. O elenco comandado por Thomas Tuchel faz uma ótima campanha com um plantel jovem e com grande maturidade para partidas decisivas. A equipe londrina vai para a semifinal com uma campanha muito sólida: são 7 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota, sofrida no último jogo das quartas de final contra o Porto.

Por outro lado, o Real Madrid aposta na boa fase: são onze vitórias e três empates nos últimos 14 jogos na temporada. Vale destacar o consagrado meio de campo formado por Kroos, Casemiro e Modric. Como ponto negativo: Sergio Ramos, desfalque nas quartas de final por conta de uma lesão na coxa, foi diagnosticado com Covid. Além do jogador, Varane já havia sido diagnosticado uma semana antes com Covid.

PSG x Manchester City

O City depois de 3 anos sendo eliminado nas quartas de final, avança pela segunda vez em sua história para as semifinais, primeira na “era Guardiola”. A grande arma do time inglês está no meio de campo. De Bruyne e Gudogan seguem como os melhores jogadores do time. O alemão é o atual artilheiro da equipe na temporada, enquanto o belga lidera como o líder em assistências. Menção honrosa ao jovem jogador, Phil Foden. Com boas atuações, o inglês tem conquistado a confiança de Pep Guardiola e se firmado como uma ótima opção de elenco. Entre os semifinalistas, o Manchester City chega como o único invicto, com o melhor ataque (21 gols, ao lado do PSG) e a melhor defesa (3 gols sofridos, ao lado de Chelsea).

Pelo lado do PSG, único time remanescente dos semifinalistas da edição anterior (19/20), conta com seu ataque muito produtivo. Mbappé e Neymar lideram os números ofensivos do clube. A dupla de ataque é responsável por 61% dos gols do time nessa edição (dos 23 gols, 8 foram de Mbappé e 6 foram marcados por Neymar), o que mostra uma certa dependência da equipe nos dois jogadores. No duelo entre os melhores ataques da competição, o elenco francês deve ter o retorno de Marquinhos, peça importante no sistema defensivo da equipe.

A Uefa divulgou nesta quinta-feira, as datas dos jogos das semifinais.

Jogos de ida

Real Madrid x Chelsea, dia 27 de abril, às 16h

PSG x Manchester City, dia 28 de abril, às 16h

Jogos de volta

Manchester City x PSG, dia 4 de maio, às 16h

Chelsea x Real Madrid, dia 5 de maio, às 16h

Artilharia

Líder na artilharia com 10 gols, Haaland encerra sua participação com a eliminação do Borussia Dortmund. Perto de ultrapassar o jogador norueguês, Mbappé (PSG) segue na competição com 8 gols. Neymar (PSG) e Giroud (Chelsea), seguem na disputa com 6 gols. Karim Benzema (Real Madrid) com 5 gols ainda está vivo.

O jogador francês está a um gol de ultrapassar Raúl Gonzáles (71) como o 4° maior artilheiro na história da competição, podendo ainda se tornar o 3° maior artilheiro, caso ultrapasse Lewandowski (73).