Raio-X: saiba por onde podem sair os gols de Senegal e Holanda na abertura da Copa do Mundo

Começou a Copa do Mundo de 2022! E nesta segunda-feira, às 13h (de Brasília), Senegal e Holanda se enfrentam no Estádio Al Thumama . Após o Equador vencer o Catar na abertura, o jogo chama a atenção para o grande público por ver como a Holanda, favorita a ficar na liderança, irá se comportar. Além de tentar saber como Senegal irá se comportar sem Sadio Mané, que foi cortado do Mundial por lesão. Além disso, há outros pontos interessantes para serem observados.

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

Simulador: você decide quem será campeão da Copa do Catar

Tanto que o GLOBO preparou a série "Raio-X dos gols sofridos", onde analisa os últimos 15 jogos das seleções participantes do Catar. A cada dia, o jogo de destaque será apresentado e a reportagem mostrará os principais caminhos para a bola balançar as redes de cada uma delas. Neste dia 2, o foco está em Senegal e Holanda.

Você escala: quais os seus 11 titulares do Brasil na Copa do Mundo

Guia interativo: saiba tudo sobre os 831 jogadores que disputam o Mundial

Por onde o Senegal costuma sofrer gols?

O Senegal se destaca negativamente por ser uma seleção que sofre muitos gols. Nos últimos 15 jogos antes de chegar ao Catar, foram 11 gols sofridos. E se não fosse por Edouard Mendy, um dos melhores goleiros do mundo, esse número poderia ser ainda maior.

As laterais de Senegal são extremamente frágeis. Tanto que, desses cinco gols, a maior quantidade nasceram de jogadas pela direita ou cruzamentos pela esquerda. Em compensação, são muitos poucos gols sofridos pelo meio.

O Senegal também costuma sofrer muitos gols no segundo tempo — oito no total. Apenas três saíram na primeira etapa nesses últimos 15 jogos.

Por onde a Holanda costuma sofrer gols?

A Holanda sofre uma quantidade impressionante de gols nos 15 minutos finais de seus jogos: dos 13, um total de seis vieram na reta final das partidas. Para ter noção, apenas quatro foram sofridos pelos holandeses na primeira etapa de seus jogos.

Outro ponto é que o lado direito do goleiro Remko Pasveer é o mais explorado pelos adversários. Ele sofreu nove naquela canto contra apenas três do lado esquerdo.

A Holanda sofre muitos gols quando está vencendo as suas partidas — nove no total. Ou seja, é uma equipe que tem dificuldades para manter as vantagens no placar.