Raissa de Oliveira, rainha de bateria da Beija Flor, fala de carnaval longe da Avenida após 19 anos: ‘Sambar em casa sem frio na barriga’

·1 minuto de leitura

Uma das rainhas de bateria mais antigas da Sapucaí, Raissa de Oliveira não quer cair no gatilho da tristeza. Após 19 anos de Avenida, a rainha de bateria da Beija Flor, nem sabe direito como é o carnaval longe dos desfiles. Para não cair no choro, ela decidiu fazer seu próprio carnaval.

Moradora de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Raissa vai passar o carnaval em casa acompanhada do marido, o empresário Drigão Henriques, e da filha, a pequena Rhayalla, de 1 ano e 6 meses. “Desfilei grávida da Rhayalla, hoje ela já samba e se arrisca tocando instrumentos, vem de berço este amor. Vou fantasiar a minha filha e sambar com ela em casa mesmo com toda segurança e alegria. Mas não posso negar que é estranho para mim não estar com a minha comunidade, sinto falta daquela energia maravilhosa. Este ano não sentirei aquele friozinho na barriga que antecede o desfile”, relata.