Ramiro defende trabalho de Tiago Nunes no Corinthians

Pouco antes do futebol brasileiro ser paralisado devido à crise do coronavírus Covid-19, Tiago Nunes balançava no Corinthians.

Depois de ser eliminado na Libertadores para o Guaraní-PAR e de estar fazendo uma campanha muito fraca no Paulistão, uma das razões pela qual o trabalho do treinador foi criticado foi uma suposta má condução do elenco corintiano.

De acordo com informações do Globo Esporte, o trabalho de Tiago Nunes estava sendo mal visto pela diretoria do Timão, entre muitos motivos, por sua impopularidade entre os jogadores. Ainda de acordo com a publicação, um "código de conduta" criado pelo técnico teria pegado mal entre os atletas do clube.

Em entrevista concedida a ESPN Brasil, no entanto, Ramiro, meio-campista do clube paulista, descartou qualquer possibilidade do elenco estar insatisfeito com a condução do trabalho realizado pelo ex-técnico do Athletico-PR.

"Eu percebo que nós, dentro do grupo, gostamos muito do trabalho do Tiago. Jogadores gostam de jogar com a bola no pé, e nós estamos tentando aplicar este modelo dentro de campo da melhor maneira possível. Os resultados ainda não chegaram, e o questionamento vem. Isso faz parte da pressão em um clube grande, mas acho que o Tiago está preparado." afirmou Ramiro.

Ramiro Corinthians 30 01 2020

Prestes a jogar contra o Palmeiras, antes da paralisação, a partida diante do maior rival poderia ser um divisor de águas: "ou vai, ou racha". Desde a chegada de Tiago Nunes, Ramiro tinha mostrado evolução, depois de um 2019 abaixo do esperado, mas estava contundido e voltaria justamente no Dérbi.

Assim, em um rico momento de reflexão, o meio-campista resolveu comentar, também, sobre seu 2019.

"Eu tive bastante dificuldade para me adaptar na primeira temporada. Não joguei bem, não tive atuações consistentes... sequência de jogos. Esperava mais. Agora, conhecendo mais o grupo, o clube, queria começar de novo. Estava fazendo um bom papel, mas a lesão me afastou. Espero voltar com tudo no segundo semestre." explicou.

Se Ramiro realmente vai conseguir reencontrar seu futebol até o fim da temporada - que não tem fim definido... -  ninguém sabe ainda. A única coisa que sabemos é que, mesmo com a paralisação, Tiago Nunes ainda balança no cargo, e vai precisar de seus jogadores, mais do que nunca, se quiser recuperar seu prestígio.