Rancho sexual de Jeffrey Epstein não encontra compradores

·4 min de leitura
Zorro Ranch, fazenda de Epstein avaliada em R$ 152 milhões (REUTERS/Drone Base)
Zorro Ranch, fazenda de Epstein avaliada em R$ 152 milhões (REUTERS/Drone Base)
  • Rancho é o único imóvel de Epstein que ainda não foi vendido

  • Fazenda seria local de muitos crimes supostamente cometidos por ele

  • O empresário, morto aos 66 anos, sempre se declarou inocente

Ninguém quer comprar o rancho sexual de Jeffrey Epstein no Novo México, avaliado em cerca de R$ 152 milhões (US$ 27,5 mi). Acusado e condenado por uma série de abusos sexuais, além do suposto tráfico de mulheres, Epstein - mesmo depois de morto - ainda sofre para vender sua fazenda em território norte-americano. São nada menos que cinco meses no mercado sem nenhuma oferta, desde que o “Zorro Ranch” chegou ao mercado pela primeira vez em julho. As informações são do New York Post.

Os registros de propriedade mostram que Epstein comprou o rancho em 1993 de Gary King, que era o 30º procurador-geral do Novo México na época. A compra foi composta por terras federais privadas e arrendadas. Depois que novas acusações surgiram contra Epstein em 2019 sobre seu envolvimento com meninas menores de idade, o comissário estadual de terras encerrou o acordo de pastoreio com ele.

Leia também:

Com o passar dos anos, mulheres acusaram o investidor de Nova York de abusar sexualmente delas em seu rancho no Novo México. Embora ele nunca tenha sido acusado de um crime no Novo México, o complexo foi pintado como parte integrante de sua suposta operação de tráfico sexual por várias mulheres que afirmam ter sido traficadas e estupradas no rancho. Epstein também tinha planos de transformá-la em uma fábrica de bebês, onde inseminaria as vítimas.

O Rancho

Localizada em Stanley, ao sul de Santa Fé, os 7.600 acres da casa permaneceram sob a propriedade de Epstein. De acordo com a apuração, o rancho tem uma grande casa principal de três andares e quatro quartos e a residência de um zelador nas proximidades. Existem estruturas adicionais, incluindo uma pista de pouso de grama e um hangar que também fazem parte da fazenda. As comodidades incluem os estábulos, corpo de bombeiros e yurt (uma espécie de tenda ou cabana circular).

“É um rancho bem grande”, disse o assessor do condado de Santa Fé, Gus Martinez, ao KRQE. “É uma propriedade remota. A única maneira de obter acesso é realmente pelo ajudante do rancho, então você não pode simplesmente entrar de carro naquela propriedade porque os portões estão fechados”.

Quem foi Jeffrey Epstein?

Nascido em Nova York, Epstein estudou física e matemática na universidade, mas nunca se formou. Deu aulas dessas matérias em uma escola privada nos anos 1970, mas depois passou para o setor bancário e financeiro em várias funções, trabalhando no Bear Stearns em Wall Street antes de formar sua própria empresa - a J Epstein and Co.

Nessa época, Jeffrey começou a gastar sua fortuna - com a compra de uma mansão na Flórida (vendida no início deste ano por US$ 51 milhões), uma gigantesca casa em Nova York (arrendada por US$ 18,5 milhões) e a fazenda citada nesta matéria, no Novo México - e a socializar com celebridades, artistas e políticos. Ao mesmo tempo, tentava manter uma vida privada, deixando de ir a eventos e jantares. 

Jeffrey Epstein foi preso em 2019, condenado por abuso sexual (REUTERS/Jane Rosenberg)
Jeffrey Epstein foi preso em 2019, condenado por abuso sexual (REUTERS/Jane Rosenberg)

Até que, em 2005, começaram a surgir algumas denúncias contra ele. Os pais de uma menina de 14 anos disseram à polícia da Flórida que Epstein havia abusado de sua filha em sua casa em Palm Beach. A polícia conduziu uma busca pela casa e encontrou fotos da menina. Sua prisão, no entanto, só foi acontecer no dia 6 de julho de 2019, depois de voar de Paris, onde tinha uma casa, e pousar no Estado de Nova Jersey em seu avião privado.

Pouco tempo depois, em 10 de agosto daquele ano, Jeffrey foi encontrado morto na prisão, segundo noticiou o jornal americano The New York Times. Ele era conhecido por circular entre a elite, com poderosos como o presidente americano Donald Trump, o ex-presidente americano Bill Clinton e o príncipe Andrew, do Reino Unido. O empresário de 66 anos sempre se declarou inocente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos