Randolfe ironiza comportamento de Carlos Bolsonaro: “Acho que tem uma paixão reprimida por mim”

·1 minuto de leitura
Senator Randolfe Rodrigues attends a news conference before the meeting of the Parliamentary Committee of Inquiry (CPI) to investigate government actions and management during the pandemic of the coronavirus disease (COVID-19), at the Federal Senate in Brasilia, Brazil April 27, 2021. REUTERS/Adriano Machado
Senador Randolfe Rodrigues fez críticas ao filho do presidente, Carlos Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • Randolfe Rodrigues ironizou Carlos Bolsonaro, vereador pelo Rio de Janeiro e filho do presidente

  • Segundo o vice-presidente da CPI, comportamento agressivo de Carlos deve ser uma "paixão" por ele

  • Apesar de expor o mal relacionamento com o vereador, Randolfe afirmou que CPI ainda não chegou a Carlos Bolsonaro

O vice-presidente da CPI da Covid no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), fez declarações irônicas sobre a sexualidade do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo Randolfe, as ofensas frequentes de Carlos contra ele são sinônimo de “paixão”. “Vocês sabem o quanto esse moço me xinga, eu acho que ele tem uma paixão reprimida por mim. Eles tinham que se libertar, sair do armário, eles seriam mais felizes assim. Ele e o pai, Bolsonaro, têm essa obsessão por nós”, declarou durante uma transmissão ao vivo para o canal “Salve”, do Porta dos Fundos, na Twitch.

Leia também:

O senador, no entanto, garantiu que os ataques pessoais feitos por Carlos Bolsonaro não são motivadores para que o vereador pelo Rio de Janeiro seja convocado pela CPI da Covid.

“Do ponto de vista pessoal eu poderia ter todos os motivos para chegar até ele, de tanto que ele tem obsessão por nós, mas nós não podemos trazer nossas questões figadais, nossos instintos primitivos para a investigação, porque contamina a investigação”, afirmou.

Randolfe também respondeu aos xingamentos feitos por Bolsonaro durante a live que o presidente faz às quintas-feiras. Na transmissão, Bolsonaro chamou o senador de “gazela saltitante” e disse que Randolfe Rodrigues “fala fino”.

“Gazela saltitante e fala fino... Pode continuar. Se começar a me chamar de miliciano eu vou ficar preocupado. Se alguém vier me acusar de ter comprado uma mansão de R$ 6 milhões em Brasília com salário de senador, aí o negócio vai pegar", afirmou o vice-presidente da CPI.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos