Rapper Fetty Wap é preso pelo FBI nos EUA, suspeito de tráfico de drogas

·1 min de leitura

O rapper Fetty Wap foi preso pelo FBI nesta quinta-feira (28), nos Estados Unidos. William Junior Maxwell II, de 30 anos, é suspeito de fazer parte de um grupo de traficantes de drogas que atuava no festival de música Rolling Loud, no estádio Citi Field, em Nova York.

Fetty Wap faria uma apresentação às 16h45 no evento, mas não apareceu e o público não foi informado do motivo. Ele deve ser processado no Tribunal Federal Central da cidade de Islip na sexta-feira, mas uma acusação formal ainda não apresentada.

O artista é mais conhecido por seu sucesso de 2014, "Trap Queen", que alcançou o segundo lugar na lista de músicas mais tocadas Billboard Hot 100. Ele em 7 milhões de seguidores apenas no Instagram.

Em 2019, Fetty Wap foi preso acusado de agredir três funcionários de um hotel. Dois anos antes, foi detido após ser flagrado participando de um "racha" em uma rodovia de Nova York.

Em agosto, o rapper foi notícia após a morte da filha, Lauren Maxwell, de apenas quatro anos. Segundo o portal TMZ, o atestado de óbito mostrou que ela sofreu uma arritmia cardíaca. A menina tinha problemas no coração desde o nascimento devido a anomalias congênitas do órgão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos