Rayssa Leal é campeã mundial de skate do SLS

Rayssa Leal terminou a temporada de 2022 do Street League (SLS) literalmente sendo coroada. A skatista venceu a etapa do Rio de Janeiro do campeonato e também o Super Crown, e se tornou a campeã mundial do SLS. Ela também havia vencido as outras três etapas do campeonato, que aconteceram nos Estados Unidos.

— Estou super feliz de ganhar isso, ganhar o mundial em casa. Com certeza todo mundo me ajudou muito e eu não tenho palavras para descrever o que eu estou sentindo agora — Disse Rayssa Leal logo após o fim da competição.

O pódio da etapa do Rio de Janeiro foi completo pelas japonesas Funa Nakayama e Momiji Nishiya, que ficaram na segunda e terceira posições, respectivamente.

A final também contou com a presença de outras brasileiras, Pâmela Rosa e Gabriela Mazetto, mas que não se classificaram para a segunda fase da final. Pâmela, que foi a campeã mundial do ano passado ficou na quinta colocação, e Mazetto, na sétima posição.

A prova

A final foi disputada por oito skatistas. Cada uma teve direito a duas voltas de 45 segundos e quatro manobras individuais. Na segunda volta, Rayssa Leal chegou a dar um susto no público. A skatista parou e colocou a mão nas costelas. Ela precisou de atendimento médico na pista, deixou o público apreensivo com medo dela ter que desistir da competição, mas logo voltou.

Na parte das manobras individuais, as japonesas Nakayama e Momiji se destacaram e terminaram a etapa na primeira e segunda posições. Rayssa ficou em terceiro.

Conforme determina o regulamento, as quatro primeiras colocadas tinham direito a mais duas manobras individuais. Rayssa virou o jogo ao conseguir uma manobra perfeita em sua última tentativa e não conseguiu mais ser alcançada pelas japonesas.

— Eu sabia que se eu errasse eu ia ficar em terceiro, já era uma boa colocação, mas como eu falei, eu queria sempre o primeiro. Eu quero, eu vou querer sempre o primeiro e deu certo. Minha equipe, meu time passaram muita confiança pra mim, era uma manobra que eu tenho muito na base. A torcida ajudou muito — contou a campeã do SLS.