Rayssa Leal pode ser a campeã mundial mais jovem da Street League

·2 min de leitura
LAKE HAVASU CITY, ARIZONA - OCTOBER 30:  Rayssa Leal of Brazil reacts after winning the Womens Final of the 2021 SLS Championship Tour: Lake Havasu at Rotary Park on October 30, 2021 in Lake Havasu City, Arizona. (Photo by Justin Crawford/SLS/Getty Images)
Rayssa Leal comemora sua vitória na última etapa da SLS antes da grande final. Foto: (Justin Crawford/SLS/Getty Images)

A maranhense Rayssa Leal pode fazer história novamente neste final de semana. No domingo, a final da Street League Skateboard (SLS), campeonato mundial de skate, será disputada em Jacksonville, na Flórida (EUA).

Caso seja a grande campeã do Super Crown Championship, a Fadinha será a campeã mundial mais jovem da história da Street League. Atual detentor do recorde, o norte-americano Nyjah Huston conquistou a temporada de 2010 aos 15 anos. Huston, inclusive, é líder do ranking e competirá na categoria masculina da final do circuito mundial.

Leia também:

Rayssa também pode bater outro recorde nesse fim de semana. Pâmela Rosa, skatista brasileira, é a atual campeã da Street League. A skatista conquistou o título da temporada passada aos 20 anos e pode ser desbancada pela jovem afirmação brasileira.

Quebrar recordes não é novidade para Rayssa Leal. A maranhense, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, tornou-se a medalhista olímpica mais jovem da história. Aos 13 anos e seis meses, Rayssa conquistou a prata na modalidade street.

Dois brasileiros já estão classificados direto para a final do mundial. Na categoria feminina, Rayssa Leal lidera o ranking e está no top-4. Já nos homens, Felipe Gustavo é vice-líder e também aguarda os outros atletas classificados.

No sábado, outras quatro vagas femininas e masculinas serão disputadas. Entre as mulheres, estão Pamela Rosa (5ª), Marina Gabriela (11ª) e Gabriela Mazetto (12ª). Leticia Bufoni 10ª colocada no ranking, ficou no Brasil e não irá competir na etapa final da temporada.

Na categoria masculina, Lucas Rabelo (8º), o medalhista olímpico Kelvin Hoefler (9º), Filipe Mota (10º), Luan Oliveira (15º), Carlos Ribeiro (20º) e Tiago Lemos (30º) disputam as outras quatro vagas disponíveis.

No sábado, a disputa começa ao meio-dia (horário de Brasília) para as mulheres e às 15h30 para os homens. Já para a grande decisão no domingo, horários mais avançados: 14h00 para a categoria feminina e 16h30 para a masculina.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos