Realeza da Europa se despede em Atenas do último rei da Grécia

Funeral do ex-rei Constantino da Grécia, em Atenas

Por Renee Maltezou e Alkis Konstantinidis

ATENAS (Reuters) - A realeza europeia se reuniu em Atenas nesta segunda-feira para o funeral do ex-rei Constantino da Grécia, nascido príncipe, mas enterrado como plebeu depois que seus súditos votaram pela abolição da monarquia em 1974.

Constantino 2º, primo em segundo grau do rei britânico Charles e padrinho do príncipe herdeiro William, passou a maior parte de sua vida no exterior, mas voltou para sua terra natal nos últimos anos. Ele morreu em um hospital de Atenas na semana passada, aos 82 anos.

Ligado à casa alemã de Glucksberg, que tem ligações com a realeza em toda a Europa, Constantino 2º era filho único do rei Paulo e da rainha Frederica da Grécia.

Ele foi enterrado em Tatoi, antiga propriedade da família ao norte de Atenas, onde seus ancestrais também estão enterrados. Seus filhos e netos carregaram o caixão, cantando o hino nacional.

"A vontade de Deus era que você desse seu último suspiro em nossa terra natal, que você amou como nada em toda a sua vida", disse Pavlos, o filho mais velho de Constantino.

A realeza da Europa, incluindo a princesa britânica Anne e o rei Felipe e a rainha Letizia da Espanha participaram da cerimônia cristã ortodoxa na Catedral Metropolitana de Atenas.

Também entre os convidados estavam membros das casas reais de Dinamarca, Noruega, Suécia, Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Sérvia e Mônaco.