Lavrov acredita que EUA não agirão unilateralmente contra Coreia do Norte

Moscou, 17 abr (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores de Rússia, Serguei Lavrov, afirmou nesta segunda-feira que acredita que os Estados Unidos não irão agir de maneira unilateral contra a Coreia do Norte, como fez recentemente contra a Síria ao atacar com mísseis uma base aérea do regime de Bashar al-Assad.

"Não aceitamos as aventureiras ações nucleares e com mísseis de Pyongyang que violam numerosas resoluções do Conselho de Segurança da ONU", disse em coletiva de imprensa o chefe da diplomacia russa.

Ao mesmo tempo, sublinhou que "isso de nenhum modo significa que se possa trasgredir da mesma maneira o direito internacional e usar a força por violações à Carta da ONU ".

"Por isso acredito que não haverá ações unilaterais (de EUA) como as que vimos recentemente na Síria", disse.

O ministro de Exteriores russo fez estas declarações poucas depois que o vice-presidente de EEUU, Mike Pence, afirmou hoje em Seul que a Coreia do Norte "faria bem não testando a determinação" de Donald Trump e lembrou que Washington ordenou ataques recentemente na Síria e Afeganistão.

Pence advertiu que a "era da paciência estratégica" de Washington com Pyongyang "acabou" com a chegada de Trump à Casa Branca, e depois que no último ano o regime norte-coreano realizou "dois testes nucleares ilegais". EFE