Rebelião em unidade do Degase em Belford Roxo deixa dois agentes feridos, diz sindicato

·1 minuto de leitura

Uma rebelião no Centro de Atendimento Integrado (CAI), em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, feriu dois agentes do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), neste sábado. Um deles sofreu um corte profundo na mão e, de acordo com o sindicato dos servidores da instituição, foi encaminhado a um hospital, onde deve passar por cirurgia. Outros dois agentes teriam sido feitos reféns, mas ainda não há informações sobre como terminou a ocorrência.

De acordo com os trabalhadores, o tumulto começou quando eles foram empurrados pelos detentos ao tentarem fechar uma das grades que separa as celas.

O sindicato destacou que, em média na unidade, são 100 adolescentes para serem vigiados por 12 agentes, o que ultrapassa o limite definido pela Federação Nacional dos Trabalhadores do Sistema Socioeducativo (Fenasse), de cinco agentes para cada interno.

Procuradas, as assessorias de imprensa do Degase e da Polícia Militar, que teria sido acionada para conter a rebelião, ainda não responderam com mais detalhes sobre o episódio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos