Recém-separados, Fábio Porchat e Nataly tinham óvulos fecundados congelados: 'Meu medo é meu filho não ser maravilhoso'

O ator e humorista Fábio Porchat e a produtora Nataly Mega deram um fim ao casamento, depois de 8 anos juntos e 5 de casados. Nas redes, o artista contou que ele não queria ter filhos e ela queria. Os diferentes objetivos de vida em um relacionamento teriam motivado a separação.

O assunto entre eles era mesmo um debate importante, como ele já havia falado em programas que apresenta, como "Papo de segunda" e "Que história é essa, Porchat?". Em entrevista ao EXTRA, no ano passado, ele contou que já havia congelado óvulos fecundados, e também explicou um pouco do seu receio com a paternidade.

— Já está congeladinha a criança. Tem que ser próximo. Minha mulher quer dois filhos, e ela está com 35. O homem, com 70 anos, engravida gente. A mulher, não. Tem um relógio biológico que fala "é agora". Então, a gente já congelou as coisas e, quando formos colocar, vamos avisar só quando já estiver no sexto mês, que é para as pessoas não ficarem apressando — explica Porchat, que contuinua: — Eu acho que vou ser um pai maravilhoso, o meu medo é meu filho não ser maravilhoso. Como ter controle sobre ele? Eu acho que vou ser incrível, porque eu gosto de criança, gosto de gente, gosto de brincar e estar junto. Tenho possibilidade financeira boa, então posso ter ajuda de uma babá, mas da família também, das avós, que vão amar ficar junto. Acho que vou conseguir viver a minha vida sem enlouquecer tanto por causa dessa rede de apoio. Mas não ter controle sobre o ser humano... Ele pode ser um pequeno Diabo-da-Tasmânia ou uma Madre Teresa de Calcutá.

*Sob supervisão de Camilla Mota