Receita Federal começa a enviar cartas sobre inconsistências no Imposto de Renda 2021

·1 minuto de leitura

A Receita Federal começou a enviar cartas aos contribuintes alertando sobre inconsistências nas declarações do Imposto de Renda 2021, por meio do "Projeto Cartas". O objetivo é que os cidadãos façam as correções através da retificadora e escapem da malha fina.

As 550 mil cartas serão enviadas mais cedo: até a primeira semana de agosto. Em anos anteriores, essas cartas eram enviadas somente nos meses de setembro e outubro.

Ao regularizar a declaração antes de ser intimado ou notificado pela Receita Federal, o contribuinte evita a autuação e cobrança de multas. Depois disso, não é mais possível corrigir a declaração apresentada.

Para saber a situação do documento apresentado à Receita Federal, é necessário consultar o extrato do processamento, no serviço ‘Meu Imposto de Renda’, disponível no e-Cac. Não é necessário comparecer aos postos de atendimento.

É importante verificar se todos os valores declarados estão corretos e se há documentação que comprove o que foi informado.

Entre janeiro e junho deste ano, a retificação de DIRPF exercícios 2016 a 2021 resultou em R$ 1,37 bilhão de arrecadação, sendo R$ 1,17 bilhão referente à redução no valor de imposto a restituir e R$ 202,39 milhões referente ao aumento no valor do imposto a pagar apurado pelos próprios contribuintes nas declarações retificadoras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos