Receita Federal libera hoje consulta ao segundo lote de restituições do IR

·2 minuto de leitura

A Receita Federal abrirá, a partir das 10h desta qaurta-feira (dia 23), a consulta ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2021 (ano-base 2020). O crédito bancário será feito para 4.222 986 contribuintes no dia 30 de junho, no valor total de R$ 6 bilhões. O lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2020.

Caso sua restituição não esteja neste lote, o contribuinte pode consultar também o estágio em que estágio está a declaração — em análise ou na fila de restituição. Mas, para saber se está neste lote, basta clicar aqui ou baixar e acessar o aplicativo do Imposto de Renda para celulares.

Do total a ser pago, R$ 2,327 bilhões serão creditados para os contribuintes que têm prioridade legal, como os idosos acima de 80 anos ou com alguma deficiência física ou mental.

Foram contemplados ainda 2.906.310 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 21/03/2021.

Neste ano, o pagamento da restituição será feito em cinco lotes. O primeiro foi pago no dia 31 de maio. Os demais serão creditados sempre nos últimos dias de cada mês até setembro. Veja abaixo o calendário das restituições.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na declaração de Imposto de Renda. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil (BB).

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de um ano, deverá requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos - Meu Imposto de Renda e clicando em "Solicitar restituição não resgatada na rede bancária".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos