Receita Federal prorroga prazo de inscrição em concurso com 699 vagas. Salário chega a R$ 21 mil

A Receita Federal prorrogou, até o dia 25, as inscrições para seu concurso com 699 vagas. As oportunidades, para quem tem nível superior em qualquer formação, são para os cargos de analista-tributário (469 postos) e auditor-fiscal (230 oportunidades). O cadastramento acontece neste site e as taxas são de R$ 115 (analista-tributário) e de R$ 210 (auditor-fiscal).

O processo seletivo é organizado pela Fundação Getulio Vargas (FVG). Os candidatos farão provas no dia 19 de março de 2023, em dois turnos. Ao todo, serão 140 questões objetivas para todos os candidatos e uma questão discursiva para o cargo de analista-tributário e duas para o de auditor-fiscal.

Nos dois casos, a prova de conhecimentos básicos incluirá questões de Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Fluência em Dados. O cargo de auditor-fiscal ainda pede conhecimentos de Raciocínio Lógico Matemático, Estatística, Economia e Finanças Públicas, Administração Geral, Administração Pública, Auditoria, Contabilidade Geral e Pública. O cargo de analista-tributário pede Raciocínio Lógico Matemático e Estatística, como uma só disciplina, Contabilidade Geral, Administração Geral e Pública, também juntas.

Nas provas de conhecimentos específicos, em comum aparecem Direito Administrativo, Direito Constitucional, Legislação Tributária, Legislação Aduaneira. No caso dos candidatos a auditor-fiscal, é preciso ter também conhecimento de Direito Previdenciário, Direito Tributário, Comércio Exterior. Para o posto de analista-tributário, Direito Tributário e Previdenciário, em uma só disciplina. As questões discursivas serão baseadas no conteúdo programático de conhecimentos específicos.

Os aprovados no concurso receberão salários de R$ 11.684,39, no caso de analista-tributário, e R$ 21.029,09, para auditor-fiscal. O edital reserva 5% dos postos a pessoas com deficiência e 20% a candidatos autodeclarados negros, conforme determina a legislação.