Recife suspende vacinação contra Covid de crianças de 3 e 4 anos por falta de doses

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 22.01.2022 - Vacinação em crianças na UBS (Unidade Básica de Saúde) Nossa Senhora do Brasil, no bairro da Bela Vista, região central de São Paulo, no primeiro dia de imunização em crianças sem comorbidades. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 22.01.2022 - Vacinação em crianças na UBS (Unidade Básica de Saúde) Nossa Senhora do Brasil, no bairro da Bela Vista, região central de São Paulo, no primeiro dia de imunização em crianças sem comorbidades. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

RECIFE, PE (FOLHAPRESS) - A Prefeitura do Recife anunciou na segunda-feira (7) a suspensão da vacinação contra a Covid-19 para crianças de 3 e 4 anos de idade. A gestão municipal alega que faltam doses da Coronavac e afirma que fez cobranças ao Ministério da Saúde.

De acordo com a prefeitura, a suspensão afeta a aplicação da primeira e da segunda doses para essa faixa etária e acontece "após o Ministério da Saúde não enviar novas remessas do imunizante".

No dia 28 de outubro, o Rio de Janeiro também suspendeu a vacinação de crianças de 3 e 4 anos contra a Covid. A prefeitura da capital fluminense também alegou falta de entrega de novas doses pelo governo federal.

A reportagem solicitou resposta do Ministério da Saúde na tarde desta terça-feira, mas não havia obtido retorno até a conclusão deste texto.

A Coronavac é o único imunizante contra Covid distribuído atualmente para aplicação em crianças de 3 a 4 anos. Em setembro, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o uso do imunizante da Pfizer para o público de 6 meses a 4 anos de idade, mas, até o momento, não houve repasse dessa vacina para Recife.

Nas redes sociais, o prefeito do Recife, João Campos (PSB), criticou o Ministério da Saúde.

"É um absurdo ter que suspender a vacinação desse grupo por falta de planejamento nacional na aquisição e distribuição de vacinas", escreveu. "Chegando vacina, o Recife avança! Já mostramos como sabemos fazer, falta agora planejamento e ação nacional", acrescentou.

As últimas doses de Coronavac que constavam no estoque da Secretaria de Saúde do Recife foram utilizadas no domingo (6), informou a pasta.

Até a segunda (7), 9.009 crianças com 3 e 4 anos foram vacinadas na capital pernambucana com a primeira dose contra a Covid, o que representa 20,87% de cobertura vacinal. Desse total, 3.197 (7,40%) já receberam a segunda dose e completaram o esquema vacinal.