Recluso desde a derrota, Bolsonaro recebe aliados no Alvorada

Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Recluso no Palácio da Alvorada, em Brasília, desde a derrota para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições deste ano, o presidente Jair Bolsonaro (PL) recebeu aliados políticos no Alvorada nesta segunda-feira (28). A informação é do jornalista Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

Bolsonaro, que segue sem agenda semanal, recebeu o ex-ministro Onyx Lorenzoni (PL) que chegou antes das 9h e o candidato a vice-presidente na chapa à reeleição de Bolsonaro, Walter Braga Netto.

Após derrota nas urnas, o presidente tem se restringido a receber aliados e a raras idas ao Palácio do Planalto, onde normalmente despacharia.

O chefe do executivo, no último sábado (26), participou da formatura da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), no Rio de Janeiro.

Bolsonaro esteve acompanhado na solenidade militar do vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos), os ministros da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira; da Secretaria-Geral, Luiz Eduardo Ramos; e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.

Apesar de presente, a cerimônia não contou com falas do presidente, que apenas entregou uma espada e uma medalha a um formando.

O mandatário retornou à Brasília no mesmo dia. No domingo (27), ele também ficou na residência oficial.

Esta foi sua primeira viagem e agenda em um evento oficial desde o fim das eleições e a segunda aparição pública desde o rápido discurso no Palácio da Alvorada, quando agradeceu os 58 milhões de votos recebidos e não contestou a derrota nas urnas para o petista.