Reconhecimento formal ao uso da língua irlandesa na Irlanda do Norte

O Governo britânico introduziu uma legislação que vai dar reconhecimento formal ao uso da língua irlandesa na Irlanda do Norte. Durante os últimos 101 anos desde que os britânicos dividiram a Irlanda, sucessivos governos de Londres desencorajaram a língua irlandesa na parte norte da ilha.

A decisão duramente conquistada é encarada como sendo uma grande concessão aos nacionalistas irlandeses. E, apesar dos longos atrasos, os britânicos iniciaram agora o processo de dar pleno reconhecimento ao irlandês. A mudança bem recebida em Belfast Ocidental.

A decisão de dar pleno reconhecimento à língua irlandesa na Irlanda do Norte faz parte do histórico Acordo de Paz de 1998. Em Belfast oriental, um número surpreendente de pessoas está a aprender a língua irlandesa. No entanto, no leste de Belfast, os habitantes locais que são contra a mudança acreditam que o que o orçamento de 4 milhões de euros do Fundo de Investimento da Língua Irlandesa poderia ser aplicado de outra forma, tal como no Serviço Nacional de Saúde.

A Introdução da Lei da Língua Irlandesa na Câmara dos Comuns em Londres dá reconhecimento formal a uma língua que os britânicos tentaram esmagar há 300 anos. Enquanto os sindicalistas britânicos se opõem à introdução da Lei dizendo que se trata de mais uma concessão aos nacionalistas irlandeses, as pessoas por aqui consideram que a Lei da Língua não só vai salvar um pedaço da cultura irlandesa, como também promover uma língua que esteve recentemente à beira da extinção.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos