Reconstrução da Ucrânia custará ao menos US$ 350 bilhões, diz relatório

A reconstrução da Ucrânia custaria em torno de 350 bilhões de dólares se a guerra desencadeada pela invasão russa terminasse hoje, segundo comunicado conjunto publicado pelo governo ucraniano, a Comissão Europeia e o Banco Mundial.

Esta é a primeira avaliação completa do estado da economia ucraniana e dos danos causados pela guerra desde o início da invasão em fevereiro, e permite "expor as necessidades financeiras e ter um roteiro para direcionar a reconstrução", especifica o comunicado.

A soma é uma vez e meia o PIB da Ucrânia em 2021 e quase um terço do montante, 105 bilhões de dólares, terá que ser usado para as necessidades mais urgentes nos próximos três anos.

A estimativa integra as destruições provocadas nas infraestruturas, habitações e indústria, particularmente no leste e sul do país, cujo custo é estimado em cerca de 97 bilhões de dólares.

A Ucrânia precisa de 5 bilhões de dólares mensais para sustentar sua economia em meio à guerra, estimou em maio seu ministro das Finanças, Serhiy Martchenko.

Um esforço internacional que inclui os países do G7 e a União Europeia permitiu arrecadar cerca de 39 bilhões de dólares até o momento.

els/dho/spi/mr/dg/ap/mvv